sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Volvo Ocean Race, vai começar!



Não é possível esquecer a tragédia dos incêndios deste Verão e deste último fim de semana em Portugal, inaceitável sobre qualquer ponto de vista e que deixa qualquer pessoal normal verdadeiramente revoltada. O que não devia ter acontecido aconteceu, uma parte importante da população sofre, o país está ferido.
E nesta tristeza que vai durar, tenta-se olhar para outras coisas e distrair por momentos o pensamento.
Volvo Ocean Race está aí...e desta vez com participação lusitana.
A bordo do "Turn the tide on plastic" seguem 2 jovens portugueses integrados numa equipa mista liderada pela navegadora inglesa Dee Caffari.
Com uma forte mensagem de sustentabilidade e defesa dos oceanos, esta equipa é apoiada pela Mirpuri Foundation (fundação portuguesa com sede em Lisboa) e a Ocean Family Foundation.
A sua acção nesta prova visa dar também visibilidade ao programa das Nações Unidas "Turn the Tide on Plastic" durante os 8 meses que vai durar esta fantástica competição oceânica à volta do mundo!
Vamos ter emoção, imagens destas super-máquinas da vela a cruzar os oceanos, tudo a partir de Alicante no próximo Domingo, dia 22! A seguir!


quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Aulas de vela de Marcelo velejador



Simples, parabéns Marcelo!
Uma série de vídeos temáticos que pode entusiasmar muita gente a embarcar nesta fantástica viagem que é gostar do mar e da vela.
Deste lado do Atlântico, bons ventos!

domingo, 15 de outubro de 2017

Percurso à vela realizado!

Os deuses são amigos da vela...
A ameaça de ausência de vento era forte de acordo com as previsões meteorológicas mas a vontade de velejar e a crença que os deuses estavam atentos à saída dos amigos da vela era grande...
E assim aconteceu...
Vento na marina nenhum, vento de porão a funcionar para dela sair como de costume, e em plena bacia do porto a aragem começou a subir...velas em cima!
E como a "largada" é sempre no canal de saída do porto, aí e no momento certo, apareceu um sudeste que "empurrou" as graciosas naus a caminho do fim do mundo... 10, 12 nós de vento, mar chão, sol, calor, um dia dum verão que não se quer ir embora... E para sul se partiu com rumo para o fim do mundo (boia em frente da praia da Madalena a cerca de 3,5 NM de Leixões)! Fim do mundo que desta vez se mostrou inacessível por vontade divina pois a cerca de 0,5 NM o vento caiu... Parecia que os deuses só nos queriam proporcionar um campo bem limitado de vento entre a praia de Matosinhos e a barra do Douro, e sendo assim o melhor era não contrariar a sua vontade... Rumo voltou para norte quase até ao ponto de partida, e depois para sul outra vez... E nestas andanças de mareação entre o norte e o sul, o tempo foi passando até à hora de regressar para o tradicional convívio à volta da mesa. E mais uma vez os deuses estavam atentos... era hora de almoço e o vento não era preciso para nada...
Vento de porão outra vez a funcionar para entrar no porto em cada uma das 10 naus participantes (pelo menos mais 3 representadas a bordo), chegada à marina por volta das 13h00, arrumar e rumar ao Brise de la Mer...
Depois... o costume, desta vez com cerca de 20 convivas à mesa, regresso à marina para visita aos veleiros dos amigos, conversas das boas, trabalhos partilhados, novos planos, um grande dia...
Bons ventos para os amigos da vela!


sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Percurso à vela próximo Sábado: as boas vindas ao Freya!

ÚLTIMA HORA...
Por motivo de força maior Freya não pode vir (mas virá noutro dia...), mas o percurso à vela se manterá em Leixões como previsto, com saída da bacia de Leixões às 10h00!
Bons ventos para os amigos da vela!


Freya vem a Leixões no próximo Sábado, e as boas vindas tem que ser dadas pelos amigos da vela!
E como sabemos que o nosso amigo Camilo vai sair da Póvoa por volta das 9h00, o percurso à vela consistirá numa ida para norte até ao seu encontro e depois regresso, fazendo-lhe companhia até Leixões.
E o momento será solene, pois Freya é nome de deusa (antiga religião germânica), o veleiro e seu arquitecto fazem parte da história marítima, e a odisseia da sua recuperação levada a cabo pelo nosso amigo Camilo é obra!

Programa:
Hora de saída da frota de Leixões (na saída da bacia já com velas ao alto e vento de porão a funcionar se necessário...): 10h00
Rumo para norte até encontramos o Freya, boas vindas  e regresso!
E depois a conversa das coisas do mar e o convívio do costume!

E para participar... basta aparecer!
Aparelhe o veleiro, junte-se à frota!

Post's neste blog sobre o FREYA, aqui:

Freya, 1984, um Colim Archer, parte V
Freya, 1984, um Colim Archer, parte IV
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte III
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte II
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte I

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Freya, 1984, um Colim Archer, parte V

Já foi ao mar e as suas velas já se deram ao vento! Não meteu água, deu bom rumo e boa velocidade, à moda antiga... promete grande voos!
Uma notável recuperação do Freya que só as múltiplas artes do nosso amigo Camilo puderam levar a bom porto e que aqui temos seguido! Uma joia para apreciar e que vai marcar as águas por onde navegar!
E a novidade é... que este Colim Archer vai descer dos mares da Póvoa aos mares de Leixões este Sábado e os amigos da vela vão esperá-lo a meio caminho para o escoltar e lhe prestar a devida homenagem!
Mais em cima da hora o programa será divulgado! Festa pela certa...



Post's anteriores sobre o FREYA, aqui:

Freya, 1984, um Colim Archer, parte IV
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte III
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte II
Freya, 1984, um Colin Archer, Parte I